NOSSA CIDADE / Econômia
 
ECONÔMIA DE TUPÃSSI ANTIGAMENTE
   

Região de terras com fertilidade natural, a região de Tupãssi atraiu  por volta dos anos 40 e 50 pessoas vindas dos estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e também com variadas etnias, como italianos, alemães e portugueses.

O trabalho no início da colonização era feito com muita dificuldade, tudo era feito manualmente o plantio e a  colheita. Existia naquela época o companheirismo entre os moradores uns ajudavam os outros no plantio e colheita. A agricultura era a base de milho, feijão, café, soja, batata, mandioca e hortelã. Destacava-se muito a criação de porcos.

O desenvolvimento de Tupãssi passou pela agropecuária e a produção se distribuiu conforme os colonizadores; com os do sul se dedicando à criação de suínos e plantando milho e os do norte com a cultura do café. Nesse período inicial, os suínos eram criados soltos ou em chiqueirão (local apenas cercado, normalmente sem cobertura). O escoamento da safra e a venda dos animais era muito difícil, considerando a falta de estradas. Essa foi uma fase da economia quase que exclusivamente para a subsistência familiar.

 

“...plantava também milho, feijão. Cheguei a plantar um alqueire de hortelã, café, soja. No meio da roça de milho, a gente soltava a porcada, que engordava rapidamente. A principio, o porco era transportado a pé em tropa. As vezes, por “peia”, isto é, com duas cordas presas às pernas traseiras” (Pioneiro - Frederico Ludovico Schmidt ).

Com uma grande geada em 1975, os cafezais foram extintos então começa a época da mecanização, do uso de insumos e de equipamentos modernos (tratores, ceifas, plantadeiras).A modernização da agricultura provocou a concentração da propriedade da terra (os maiores produtores foram comprando as terras dos menores) e isso provocou um intenso êxodo do campo, ou seja, grande parte da população rural veio para a sede do município e foi para outras cidades.

 

“Os primeiros dias foram de miséria. Chegamos a ficar uma semana sem fósforos. Quando vimos que iria acabar, botamos fogo num toco de árvore e de manhã íamos pegar as brasas para acender o fogo em casa. (Adelaide M. V. Vani)”

 
 Outros Artigos
» ORGANIZAÇÃO POLÍTICA
» CLIMA E CONDIÇÕES METEOROLÓGICAS
» CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE A HISTÓRIA DE TUPÃSSI
HORÁRIO DE ATENDIMENTO: DE SEGUNDA A SEXTA - DAS 07:30 AS 11:30 E DAS 13:00 AS 17:00

PRAÇA SANTOS DUMONT, S/N - TUPASSI - CENTRO - Paraná

(44) 3544-8000

prefeitura@tupassi.pr.gov.br